Artesão: vem cá, me dá um abraço


Começamos esta tarde com poesia e falando do sucesso da campanha #artesanatopelavida


Este espaço tem sido especial porque nos permite sentir bem, justamente pelo acolhimento que temos recebido no clube. O clima fica tão bom, que houve quem cantasse para receber os amigos com máximo acolhimento. Também houve quem passasse rapidinho só para deixar o seu abraço virtual e foi demais! Afinal, se não fosse o carinho dos amigos, muito provavelmente, não estaríamos conseguindo passar por tudo isso. Porque se a gente não se abraçar, nem que seja em pensamento, a gente sobrevive.


Quem está fora do Brasil sente, ainda, a falta dos mais próximos e já reconhece que qualquer proximidade parece ser algo muito distante. Já que chegamos ao ponto que não importa mais valor aquisitivo, ou oportunidades. Estão todos em profundo risco. Não há idade... E, enquanto não formos todos vacinados, não há saída. É seguir as orientações e ponto final.


Quem pode ficar em casa, por favor, fique em casa. Assim, quem não pode, vai sair em segurança. Dizemos isso, porque esta nova variante do vírus contamina mais pessoas e em menos tempo. Mas, são as nossas atitudes que nos permitem evitar contato com pessoas.


Ninguém sabe o que fazer, então, precisamos fazer todo o possível, tudo o que orientam os órgãos de saúde, como manter os hábitos iniciais de higiene, por exemplo.


Todas as pessoas merecem acolhimento e o acolhimento do outro é resultado do nosso. Lembrando que ele precisa ser diário. Além disso, acolha-se. Saiba quem você é. Cuide de você da melhor maneira e, aí sim, cuide do outro da mesma maneira.


O trabalho voluntário nos faz muito melhor do que o que fazemos ao outro. Uma ideia é pegar um número de telefone, aleatoriamente, para o envio de uma mensagem de apoio, uma mensagem edificante para levar conforto a um desconhecido.


Outra ideia que surgiu foi que, cada um de nós, ligasse para alguém querido, só para dizer “oi”, ou fazer um elogio... Enfim.


Outra ideia, ainda, foi criar uma caixinha no Instagram se oferecendo para que as pessoas deixem seu contato para que você ligue de volta. O retorno é incrível. Confira!


“Há mais felicidade em dar do que em receber”. Jesus


“Troque solidão por solidariedade”.


Hoje, temos a sorte de termos a tecnologia a nosso favor. O privilégio de estar perto, mesmo que à distância. Temos acesso à comunicação, à tecnologia, a uma casa... Entendendo que são muitos os que não têm essa sorte, inclusive a chance de poder externar a nossa gratidão por meio do nosso trabalho.


São pequenas coisas que podem gerar um impacto imenso no outro. Não precisa de muito. Às vezes, basta acessar um perfil e deixar uma mensagem. Há muitas formas de levar conforto às pessoas. Muitas campanhas, muitas opções pra pedir e para oferecer ajuda.


Outro ponto importante que foi levantado foi o fato de as pessoas terem vergonha de falar das suas dificuldades. Assim, uma linda ideia é criar um canal, ou se oferecer em particular para oferecer apoio a quem estiver passando necessidade, que esteja passando por necessidades que tivessem um canal para o envio de alimentos.


Agora, é sair da ideia para a ação. Vamos juntos?


Até amanhã!


4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo