Blog #3 - No que acreditamos



Se existe coisas em que acreditamos são na força do artesanato brasileiro e na capacidade das pessoas que nele trabalham, fazendo belezas com suas mãos condutoras de amor e de fé, de beleza e de humanidade.


Foi, mais ou menos, em 1990 que eu conheci o Seu Almeida e tive a oportunidade de entender melhor sobre os encantos das tintas e suas cores perfeitas. Foram alguns anos trabalhando com a Gato Preto, dentro do ateliê e do marketing da empresa, e descobrindo como um ofício bem feito requer estilo pessoal. Quem é do artesanato sabe da importância que esse personagem tem para a nossa paixão e o quanto ele estampa a sua personalidade em seus produtos. Ouso mesmo dizer que a excelência da qualidade das tintas brasileiras se deve ao químico precioso e detalhista que está à frente desse trabalho. O Sr. Eurípedes de Almeida é o cara! Semana passada, tivemos o prazer de passar o dia com ele lá na fábrica e escutar suas histórias, conferir de perto seus produtos, matar a saudade da indústria lá de Sorocaba e, o mais encantador, assimilar mais um bocado sobre tintas, mercado e personalidades. Como é gostoso aprender com quem realmente entende e ama o que faz. Mas, além de toda a fortuna cultural e do apreço pelo que faz, o maior patrimônio que esse ícone das artes tem é a generosidade do reconhecimento. No nosso papo não faltaram dicas, nomes de artistas, apostas em novos talentos – um empresário como ele, que tem um olhar atento e tão carinhoso com uma jovem aprendiz do seu ateliê chega a tocar a alma – e na educação do artesão e dos empresários do segmento, merecendo nosso reconhecimento emocionado.



Esses dias têm sido de gloria mesmo. Fomos até Aparecida do Norte para um trabalho e, independentemente da nossa fé, passamos pela Basílica. Há anos que não ia até lá e me espantei com as novidades que encontramos: um trabalho em mosaico em todo a parte interna, que vale a pena conferir pela delicadeza dos traços e dos simbolismos. Na cúpula, um acervo de vitrais que usa a luz para tocar nossos corações e, para coroar, guardando a Imagem de Nossa Senhora Aparecida, um relicário de ouro, todo trabalhado, que combina com o brilho dos olhos marejados dos fiéis que por lá passam.



Não tem como ser brasileiro e não sentir essa emoção. E, para nós, que levamos o artesanato em nossas orações, se saber representado em cada uma daquelas pastilhas aplicadas, ah... Só de escrever isso me voltam as lágrimas e o arrepio na pele. Que orgulho!


Pensem: foram as obras de pessoas como nós, artesãos, que ajudaram a fazer daquele santuário um lugar de beleza digno da sua grandeza. Indo além, foi o talento do artesão brasileiro que eternizou a fé na nossa padroeira por meio da sua arte. E assim, confirmamos, aqui, a nossa fé: se existe uma coisa em que acreditamos é no talento do artesanato brasileiro. Seja na postura do empresariado, que como o Seu Almeida, aposta com sabedoria em produtos que fazem a diferença, seja nas mãos abençoadas que conduzem esses materiais para a realização. Afinal, nessa paixão somos todos protagonistas de primeiro escalão.


Um beijão e até semana que vem,

Bete Monta Equipe Canal Craft

48 visualizações

Posts recentes

Ver tudo