Instagram: vale tudo ou há limites?


Não é só por causa da pandemia, mas as redes sociais são um vício e uma oportunidade de fazer o seu negócio dar saltos extraordinários. Mas, precisamos identificar o freio para não ultrapassar a barreira do agradável.


Além disso, o conhecimento passado deve ser adaptado à nossa realidade. Afinal, há muita informação sendo compartilhada e pouco conhecimento sendo adquirido.


Então, é muito bom quando identificamos um mentor que é humano e não nos estimula a loucuras. Até porque, há muito conteúdo sendo disponibilizado gratuitamente, hoje em dia. Mas, lembre-se: conhecimento sem ação não vale de nada.


Quem não é visto, não é lembrado. Será mesmo? A venda é consequência de como você se apresenta, mas também do seu propósito, da sua figura, da sua conduta... E, muitas vezes, quem vende não tanto tempo disponível para esperar por um engajamento que se reverta em vendas.


E a Persona? Persona é a determinação de um estereótipo, mas, na realidade, nosso cliente é múltiplo. Então, dependendo de em que momento você está com o seu produto ou a sua marca nas redes, não se cobre saber tudo e atender a todos. Tudo tem seu tempo.


O acesso a uma rede social não é uma arma. Nem deve ser. Use-a para se informar, se inspirar e não para atacar o coleguinha.


É claro que as redes acabam virando campo para cópias. Não cometa esse crime. Há muito conteúdo gratuito sendo disponibilizado. Por isso, dê os créditos ao verdadeiro autor e use os ensinamentos para se inspirar e criar coisas lindas.


É isso. Até a amanhã.


3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo